Três arguidos de Lourosa no julgamento da “Rede de Ouro” agora condenada a pagar 71 milhões

Três arguidos de Lourosa no julgamento da “Rede de Ouro” agora condenada a pagar 71 milhões

Terminou ontem o julgamento  da “rede do ouro” no tribunal S. João Novo no Porto   | Foto: DR

Empresários, contabilistas e testas de ferro ligados ao comércio de materiais preciosos foram condenados ontem, sexta-feira, 6 de setembro, pelo Tribunal de S. João Novo a pagar um total de 71 milhões de euros ao Estado pelos crimes de associação criminosa, branqueamento de capitais e fraude fiscal qualificada. 

Em junho de 2017 uma investigação conjunta da polícia judiciária do Porto e da Autoridade Tributária fez cair uma rede que passou mais de 260 milhões de euros em faturas falsas, por esta altura, entre as dezenas de acusados constavam duas firmas e uma pessoa singular de Lourosa – a rede foi arquitetada por um contabilista da Maia que, entretanto veio a falecer.

O Jornal de Notícias avançou que a presidente do coletivo Liliana Páris Dias considerou esta fraude fiscal “de proporções escandalosas” porque mais do que uma evasão fiscal, os arguidos fizeram parte de “uma verdadeira organização criminosa”; a presidente salientou ainda que os comportamentos apresentados foram “muito graves” e “lesam toda a sociedade”.

O esquema era suportado por testas de ferro, que encabeçavam três dezenas de firmas criadas pelo contabilista da Maia e, geralmente, estas pessoas apresentavam  problemas económicos e “a troco de duas ou três centenas de euros” assinavam como gestores dessas empresas. 

Da sentença resultou que os arguidos terão que pagar ao estado 71 milhões ao Estado, sendo que 34 milhões terão que ser pagos por um dos arguidos, seis dos acusados receberem ordem de prisão efetiva com penas que vão dos 4 aos 7 anos, um dos arguidos que se encontrava em prisão preventiva foi libertado e três absolvidos.  

Os arguidos que serviram de “testa de ferro” também foram condenados, mas beneficiaram de penas mais reduzidas que vão de prisão suspensa a multas.

 

Julgamento

“Rede do Ouro” em números

0
Milhões em faturas falsas
0
Milhões de euros a pagar ao estado
0
Milhões: valor pagar só um dos empresários.
0
Arguido em prisão preventiva libertado
0
Empresas
0
Arguidos
0
Condenados a prisão efetiva (entre 4 e 7 anos)
0
Absolvições

CLIQUE NO SINO VERMELHO EM BAIXO DO LADO DIREITO

SUBSCREVA GRATUITAMENTE

DIGA SIM ÀS NOTIFICAÇÕES DO DIÁRIO DA FEIRA,

E RECEBA AS NOTÍCIAS DE SANTA MARIA DA FEIRA, NA HORA, EM QUALQUER LUGAR

Diário da Feira sempre presente em Argoncilhe, Arrifana, Caldas de São Jorge e Pigeiros, Canedo, Vale, Vila Maior, Escapães, Fiães,  Fornos, Lourosa, Lobão, Gião, Louredo, Guisande Milheirós de Poiares, Mozelos, Nogueira da Regedoura, Paços de Brandão, Rio Meão, Romariz, Sanguedo, Santa Maria da Feira, Travanca, Sanfins, Espargo, Santa Maria de Lamas, São João de Ver, São Miguel do Souto, Mosteirô, São Paio de Oleiros

Notícias Relacionadas

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.