Uma escola que pretende unir a freguesia de Fornos (Vídeo)

Uma escola que pretende unir a freguesia de Fornos

Escola, ainda por terminar, abriu as portas aos pais e futuros alunos

•  Crianças aproveitaram para estrear o recreio da Escola

Em setembro, a abertura da Escola Básica de Fornos, encerra a penúltima página de um projeto educativo que a Câmara da Feira iniciou há dez anos: dotar o concelho com cerca de 20 escolas novas e modernas. 

Sábado, 25 de maio, na visita à escola e às obras, Emídio Sousa, Presidente da Câmara da Feira —  acompanhado pela vereadora da Educação, Cristina Tenreiro, e o vereador das Obras Municipais, Topa Gomes — não escondeu estar “particularmente satisfeito” e falou de um projeto que iniciou quando era ainda vereador. 

“Com a abertura da Escola Básica de Fornos em setembro, só nos falta uma escola — o centro escolar da Feira —,  para terminamos um projeto que lançamos há dez anos, em que nos propusemos construir cerca de 20 equipamentos escolares novos e modernos”. 

Durante a visita, pais, educadoras, funcionárias, “staff” camarário e todos os presentes foram unânimes ao afirmar que a localização da escola “é a cereja no topo do bolo” porque nos dá “uma belíssima vista panorâmica sobre freguesia.”

Uma escola moderna onde a natureza mora ao lado e é contagiante daí que muitos pais sugeriram a criação de um pomar. As crianças vão assistir de perto ao ciclo de vida das plantas e flores. E não seríamos justos se esquecêssemos as galinhas do vizinho que, não se deixaram intimidar por ninguém, e encantaram os futuros alunos.