Corticeira Amorim no maior museu de arte africana contemporânea do mundo

Corticeira Amorim no maior museu de arte africana contemporânea do mundo

Exposição de William Kentrige usou cortiça como contraste para as suas obras

Deslize para ver a exposição de William Kentridge no Zeitz  | Fotos: Amorim South Africa

Quando chegamos à S Arm Road ninguém fica indiferente ao enorme silo que é agora o Zeitz Mocca Museum: o maior museu de arte africana contemporânea do mundo – e Santa Maria da Feira, com o seu ‘know-how’ na área da cortiça, mais uma vez teve uma palavra a dizer na sua construção e na mais recentemente exposição – a de William Kentrige.
 
A história da parceria entre a Corticeira Amorim e o Zeitz Mocca Museum começa com a génese do museu: a criação de um espaço que albergasse a maior coleção de arte africana contemporânea. Para isso, Jochen Zeitz, ex-CEO da Puma, investiu mais de 30 milhões de euros na reabilitação de um antigo silo de cereais na cidade do Cabo, na África do Sul, onde a Corticeira Amorim foi chamada a participar, fornecendo milhares de metros de bases e argamassas Amorim Acousticork utilizadas para o isolamento térmico e acústico. 
 
| Joaquim Sá – Amorim South Africa
Atualmente a relação Zeitz/Amorim mantém-se e na última exposição de William Kentrige, a empresa de Santa Maria da Feira foi eleita para fornecer aquilo que é a base da exposição deste incontornável artista da Arte Sul Africana.
Ao Diário da Feira, Joaquim Sá, representante da Amorim Cork South Africa não esconde um orgulho pessoal em fazer parte deste projeto e ressalva:  

“é importante reconhecer que a cortiça há décadas que faz de parte de grandes projetos de arquitetura e arte a nível mundial”.

E porque, mais do que nunca, a eco-consciência deve estar presente nas nossas vidas, “este produto é 100% natural com propriedades únicas ao nível de isolamento, resistência e durabilidade o que fascina os grandes arquitetos e designers mundiais que procuram soluções cada vez mais sustentáveis”, sublinha o diretor da Corticeira Amorim South Africa ao relembrar uma parceria que vem de trás, com a série Black Sails e durante as filmagens de Lara Croft: Tomb Raider, em que a mesma consultora escolheu a empresa portuguesa para auxiliar nos efeitos especiais, o que de acordo com Joaquim Sá simplificou o “trabalho com a empresa instaladora”. 
 

Clique “play” para ver o impressionante museu.

A cortiça surge mais uma vez nos locais mais improváveis e de braço dado com a cultura – a bandeira de pujança económica e laboral da nossa região é também uma grande influência na sensibilidade artística e estética porque “temos em Santa Maria da Feira a liderança mundial de um produto, sustentável, não poluidor”, diz Joaquim Sá ao falar das caraterísticas de um produto que muito contribuem para o seu crescimento e fortalecimento: “uma indústria que continua em crescimento, com uma ambição forte em reafirmar as caraterísticas únicas da cortiça – um produto que prestigia Portugal mundialmente.”

William Kentridge

Fonte: Arte21.org
 

“William Kentridge nasceu em Joanesburgo, África do Sul, em 1955. Frequentou a Universidade de Witwatersrand, Joanesburgo (1973-76), Joanesburgo Art Foundation (1976-78) e estudou mímica e teatro na L’École Internationale de Théâtre Jacques Lecoq, Paris (1981-82). Tendo testemunhado em primeira mão uma das lutas mais contenciosas do século XX – a dissolução do apartheid – Kentridge traz a ambiguidade e sutileza da experiência pessoal a assuntos públicos que geralmente são enquadrados em termos estritamente definidos.”

Leia AQUI o artigo da Arte21 na íntegra 

O Fantástico Zeitz Mocca Museum

 

“Inaugurado em 2017, o museu Zeitz MOCAA é uma das melhores opções de passeio cultural, não só da África do Sul, mas de todo o continente africano.” 

Clique AQUI para ler o artigo na íntegra.

CLIQUE NO SINO VERMELHO EM BAIXO DO LADO DIREITO

SUBSCREVA GRATUITAMENTE

DIGA SIM ÀS NOTIFICAÇÕES DO DIÁRIO DA FEIRA,

E RECEBA AS NOTÍCIAS DE SANTA MARIA DA FEIRA, NA HORA, EM QUALQUER LUGAR

Diário da Feira sempre presente em Argoncilhe, Arrifana, Caldas de São Jorge e Pigeiros, Canedo, Vale, Vila Maior, Escapães, Fiães,  Fornos, Lourosa, Lobão, Gião, Louredo, Guisande Milheirós de Poiares, Mozelos, Nogueira da Regedoura, Paços de Brandão, Rio Meão, Romariz, Sanguedo, Santa Maria da Feira, Travanca, Sanfins, Espargo, Santa Maria de Lamas, São João de Ver, São Miguel do Souto, Mosteirô, São Paio de Oleiros

Notícias Relacionadas