Escapães revoltado: “Civismo precisa-se”

Escapães revoltado: “Civismo precisa-se”

“A presidente da junta Minervina Rocha, mostra-se indignada com a destruição e mau uso recorrente dos ecopontos.

•  Minervina Rocha fala sobre o problema recorrente do vandalismo

O crescente vandalismo e falta de civismo na freguesia de Escapães, com particular incidência nos ecopontos, tornou-se num problema e a Junta de Freguesia mais não consegue fazer do que reparar e suportar os prejuízos.  

Desde fevereiro de 2019 já foram destruídos ou vandalizados cinco ecopontos, incluindo um contentor de recolha de roupa e a fachada da Junta de Freguesia.

A este problema junta-se os amontados de lixo pesado e doméstico que obrigam os funcionários da freguesia a fazer limpezas contínuas, sobrecarregando a equipa da junta de freguesia.

Na página do Facebook da junta de freguesia os comentários de reprovação são muitos, e são unânimes ao afirmar que estamos perante um problema de falta de civismo, que acarreta encargos desnecessários para a freguesia.   

Minerva Rocha, presidente da Junta de Freguesia, explica que a destruição e mau uso dos contentores precisa de ser resolvida.  

Notícias Relacionadas