(Vídeo) Câmara de Comércio e Indústria Luso-Alemã alerta para formação profissional “suicida”​

Câmara de Comércio e Indústria Luso-Alemã alerta para formação profissional "suicida"

• Portugal tem que adequar formação profissional às fábricas do futuro 

A indústria 4.0 está a chegar Portugal a uma velocidade vertiginosa e refere-se ao programa “Advanced Manufacturing Program”. Estados Unidos e a Alemanha já criaram uma formação profissional qualificada para abastecer estes novos “factory floor” (“chão de fábrica” — todos os trabalhadores de uma indústria à exceção da administração) — Portugal identificou o desafio, mas há que adequar as qualificações da mão de obra às fábricas do futuro. 

No âmbito dos 65 anos da Câmara de Comércio e Indústria Luso-Alemã, celebrados no Europarque, no dia 26 de junho, Miguel Leichsenring, presidente da instituição, trouxe a debate as qualificações profissionais em Portugal. O resultado foi uma lista de recomendações e ideias para as formações profissionais do futuro que passa primeiro por uma escolha consciente e esclarecida.

Num debate que envolveu a academia, centros de formação e empresas, entre as quais destacamos Corticeira Amorim, KIRCHHOFF, Volkswagen Autoeuropa e a Primavera Business Software Solutions foi esclarecedor perceber que um dos “truques” para identificar uma boa escola profissional passa por analisar as empresas parceiras das escolas. Isto é, quanto melhor forem as empresas parceiras, maior será a probabilidade de sucesso.

CLIQUE NO SINO VERMELHO 

SUBSCREVA GRATUITAMENTE ÀS NOTIFICAÇÕES DO DIÁRIO DA FEIRA

Ajude-nos a entregar um jornalismo regional atrevido e sem tabus.

Somos um jornal diário e gratuito para continuarmos o nosso trabalho, precisamos dos seus cliques e da sua subscrição. 

CLIQUE NO SINO VERMELHO, CONFIRME A SUA SUBSCRIÇÃO

Notícias Relacionadas