“Big Brother” não vai chegar à reunião de câmara

“Big Brother” não chega à reunião de câmara

Proposta do PS que requeria a transmissão em direto da reunião de câmara foi chumbada pelo PSD

• “Charme” de Margarida Gariso não convence Emídio Sousa nem vereadores PSD

Na reunião de câmara, de segunda-feira, 3 de junho, os vereadores do PS apresentaram uma proposta que reivindicava a transmissão em direto das reuniões de câmara. 

Margarida Gariso, vereadora, PS, foi perspicaz — usou do seu “charme” — e apresentou a proposta com argumentos retirados dos discursos do próprio Presidente da Câmara, Emídio Sousa: “vamos ser inovadores e transparentes”, “vamos apostar nas novas tecnologias”, “vamos dar o exemplo”. 

 

 

O argumento não convenceu, nem depois de Margarida Gariso enumerar as câmaras municipais que já o fazem, mas pelo menos o seu discurso desanuviou o ambiente formal da reunião. 

 

Emídio Sousa contrapôs e deu como exemplo “Coimbra” (CLIQUE AQUI para ver o vídeo dos colegas da “Notícias de Coimbra”). O Presidente da Câmara sublinhou que a seu entender, certas matérias requerem um debate atento e sério, livre dos constrangimentos criados pela presença das câmaras.  

Notícias Relacionadas