Recriação histórica sobre Joana Forjaz Pereira

Recriação histórica sobre Joana Forjaz Pereira

A matéria-prima genuinamente portuguesa corporiza um autorretrato do artista

▌Foto: DR/PD

O Castelo de Santa Maria da Feira volta a recuar no tempo, até ao século XVII, e vai ser o cenário para uma recriação histórica sobre Joana Forjaz Pereira, a 6ª Condessa da Feira, primeira mulher a receber este título. 

O espetáculo de teatro “O Tempo da História: Joana Forjaz Pereira” integra o programa do “Artes em Itinerância” e acontece nos dias 13, 14, 20 e 21 de agosto, às 21h15.

O século XVII conheceu Joana Forjaz Pereira, 6ª Condessa da Feira, primeira mulher a receber este título. Apoiada pela mãe, D. Maria de Gusmão, enfrentou Sua Majestade, o Rei Filipe II de Portugal e, mais tarde, foi aprisionada às ordens de Filipe IV, de Espanha. 

Viúva e com três filhos realizou grandes feitos: uma mulher à frente do seu tempo! É esta Mulher e este momento da História que a Décadas de Sonho vai recriar no Castelo de Santa Maria da Feira.

O espetáculo de teatro e recriação histórica “O Tempo da História: Joana Forjaz Pereira” insere-se também no projeto Santa Maria da Feira – Lugar do Tempo, financiado pelo Norte 2020, que, em termos latos, pretende promover a dinamização, promoção e desenvolvimento do património cultural.

Os bilhetes para esta recriação histórica, com o valor simbólico de 1,5 euros, podem ser adquiridos em http://www.bol.pt. A lotação de cada sessão é limitada a 100 lugares.

Até dezembro, o projeto municipal de descentralização cultural Artes em Itinerância vai percorrer 17 freguesias do concelho de Santa Maria da Feira, proporcionando aos residentes e visitantes 13 atividades culturais de acesso gratuito, fomentando o acesso e promovendo novas oportunidades de fruição cultural no território.

O programa completo do Artes em Itinerância está disponível AQUI.

Leia ainda
👁️‍🗨️ Você é o leitor DF número
  • 2.120.254