Mozelos: “Mega Lixeira” leva BE a acusar PSD de “falta de maturidade”

Mozelos: “Mega Lixeira” leva BE a acusar PSD de “falta de maturidade”

Bloco aponta para a existência de amianto neste local 

▌Foto: DR/PD

 

Com o surgimento de um novo ponto ilegal para descarga de lixo, a que o Bloco de Esquerda (BE) em comunicado apelida de “mega lixeira” e aponta para um “enorme perigo para a saúde pública” e acusa o município de Santa maria da Feira de estar desfasado do problema das lixeiras ilegais

Os bloquistas abrem as hostilidades afirmando que “apesar das sucessivas denúncias relativas às lixeiras a céu aberto, quer do Bloco, quer da população” houve uma inercia da Câmara Municipal de Santa Maria da Feira que, para o partido, “continua a ignorar a existência de dezenas de graves focos de poluição por todo o concelho.”

No centro das acusações está uma nova lixeira a céu aberto situada na Avenida Casal, em Mozelos – perto da Estação de Tratamento de Águas Residuais de Mozelos.

O partido alega que neste local estão presentes “materiais representam um enorme perigo para a saúde pública e prejudicam o meio-ambiente local.” 

“Amianto, lixo de obras, bastante plástico, pneus, mobiliário, esferovite, louças de WC” e outros materiais são enumerados pelo comunicado.

O BE parte para a ofensiva e afirma que “das duas, uma: ou o executivo municipal não conhece e não fiscaliza de forma alguma o território ou se fiscaliza é incompetente ao não solucionar este problema.”

“Urge investigar os autores destes crimes, de forma a punir os mesmos”, explica o comunicado, “é necessário também que a Câmara comece a sensibilizar verdadeiramente a população para evitar que estas lixeiras a céu aberto sejam ainda mais uma constante no concelho de Santa Maria da Feira.”

Uma situação para a qual os bloquistas acreditam começar a haver resistência por parte da população, que vem a denunciar “estes casos de lixeiras a céu aberto graves no concelho”.

O comunicado termina com uma farpa ao partido no poder: “Infelizmente, o PSD não tem maturidade política para acompanhar o sentido crítico dos munícipes.”

Leia ainda
👁️‍🗨️ Você é o leitor DF número
  • 2.105.001