Souto: CDS acusa junta de passividade em lixeira a céu aberto

Souto: CDS acusa junta de passividade em lixeira a céu aberto

O partido alega ainda que “a comunidade vizinha já comunicou estes factos”

▌Foto: DR/PD

A Concelhia do CDS Feira acusa a Junta de Freguesia da União de Freguesia de São Miguel de Souto e Mosteirô de indiferença em relação a uma lixeira a céu aberto num caminho florestal 

Esta lixeira improvisada surgiu junto à rua 23 de dezembro, num caminho de acesso a zona florestal.

De acordo com o CDS-Feira esta lixeira “causa imensos transtornos aos seus proprietários que ficam impedidos de acesso aos seus terrenos”;

Também comprometida está a manutenção destes terrenos.

O partido alerta para o facto de nesta lixeira estarem vários “resíduos, sendo grande parte deles considerados resíduos perigosos e com grande potencialidade de contaminação do solo.”

O CDS alega ainda que “a comunidade vizinha já comunicou estes factos à Junta de freguesia já algum tempo, e até ao presente momento nada fez para solucionar.”

Algo que consideram dúbio o “motivo de tanta morosidade na solução.”

Leia ainda
👁️‍🗨️ Você é o leitor DF número
  • 2.084.271