“Reinventar soluções”: Covid-19 leva à criação de minissérie animada em Stª Mª da Feira

“Reinventar soluções”: Covid-19 leva à criação de minissérie animada em Stª Mª da Feira

A série começará a ser exibida esta semana nos jardins de infância do Concelho

▌Foto: DR/PD

Da necessidade ao engenho: num dos concelhos mais fustigados pela Covid-19 em Portugal a impossibilidade de levar técnicos e artistas às escolas levar conteúdos educacionais levou o Municipio, Fapfeira e Faculdade de Psicologia e de Ciências da Educação da Universidade do Porto a pensar fora da caixa

 

Produzida apenas com recursos locais, a minissérie pedagógica que será levada aos jardins de infância do Concelho tem como protagonistas os irmãos Carlos e Bianca e tem como foco as cinco emoções primárias. 

Assim o grupo de trabalho avançou com a gravação de uma minissérie animada, composta por seis episódios, que começará a ser exibida esta semana nos jardins de infância do Concelho.

A história de dois irmãos, Carlos e Bianca, que descobrem do dia a dia a importância das cinco emoções primárias. 

Alex (alegria), Edu (tristeza), Isi (nojo), Oli (raiva) e Uriel (medo), emoções retratadas através de bonecos coloridos e com formas geométricas específicas, navegam pelas mais diversas temáticas e acabam, cada episódio, com um tema musical resumo da aprendizagem.

“Hoje mais do que nunca, com o contexto que vivemos, é preciso ensinar as crianças a conhecer as diferentes emoções e a saber lidar com elas”, diz a vereadora com o pelouro da Educação, Cristina Tenreiro, lembrando que foi necessário “reinventar e procurar novas soluções para continuar o projeto sem deslocações às escolas.” 

A minissérie foi realizada pelo Teatro Quadrilha e conta com a participação musical da Orquestra Criativa. Com Carla Leal e Paulo Freitas no papel principal das crianças, direção artística de Fernando Leiras, realização de Guilherme Henriques e Catarina Rocha, figurinos de Eduarda Lima, bonecos de Cristiana Henriques e ilustrações de Salvador Lopes, a equipa é feita de recursos endógenos do território de Santa Maria da Feira. A exibição da minissérie nas escolas será acompanhada de um guião de exploração com atividades e tarefas a ser trabalhadas pelas educadoras, que consolidarão os conteúdos junto dos alunos.

Leia ainda
👁️‍🗨️ Você é o leitor DF número
  • 2.050.802