Emídio Sousa vai propor nova baixa do IMI para Santa Maria da Feira

Emídio Sousa vai propor nova baixa do IMI para Santa Maria da Feira

As dificuldades previstas pela segunda vaga de Covid-19 estão na base da decisão

Na próxima segunda-feira, dia 21 de setembro, o ponto 10 da Reunião de Câmara vai incidir no Imposto Municipal sobre Imóveis (IMI); e segundo Emídio Sousa a proposta é para baixar, de novo, o imposto em Santa Maria da Feira para 2020 – algo que edil acredita que irá “aliviar economicamente os munícipes numa altura em que se prevê dificuldades económicas”

Segundo o executivo a proposta pretende aliviar “a carga fiscal dos agregados familiares”.

O IMI que estava situado nos 0,375% desde 2018 vai passar para os 0,365% e implicará uma perda de cerca de 700.000 € para os cofres do município.

Também previsto está o desconto máximo para as famílias com mais de três membros.

Este esforço financeiro vem como uma “forma de tentar adiantar uma ajuda” numa altura em que se prevê uma queda abrupta no emprego em virtude da pandemia causada pela Covid-19.

Emídio Sousa relembra que este executivo “já tinha feito uma baixa deste imposto  neste mandato”; e seria a única prevista, mas face à pandemia e às dificuldades que podem advir, o executivo entende que é benéfica “para as famílias feirenses” uma nova baixa deste imposto.

Leia ainda
👁️‍🗨️ Você é o leitor DF número
  • 1.994.127