SM Feira: Liberais pedem redução da taxa atual do IMI até 20% do valor atual

SM Feira: Liberais pedem redução da taxa  atual do IMI até 20%

Outra das ideias lançadas é o aumento em 30% do IMI em edifícios degradados

▌Foto: DR

Com o Orçamento Municipal para 2021 prestes a entrar em debate, a Iniciativa Liberal (IL) em Santa Maria da Feira acredita que o executivo tem uma oportunidade para reduzir o Imposto Municipal sobre Imóveis (IMI)

Os liberais lamentam que o executivo atual opte “em regra, por cobrar taxas de imposto elevadas”; o que não impede ao partido um piscar de olho no que toca ao IMI e saúdam o facto deste executivo ter, “e bem, uma redução da taxa de IMI tendo em conta o número de dependentes.”

No entanto, esta redução não é, para a IL suficiente – querem que “o Município vá mais longe na gestão do IMI” e para isso sugerem uma diminuição de “20% na taxa em vigor do IMI, nas Áreas Urbanas de Baixa Densidade populacional”.

Referem especificamente os “prédios situados em Canedo, Espargo, Guisande, Louredo, Pigeiros, Romariz, Vale e Vila Maior” de forma “ajudar no combate à desertificação” e querem assegurar “o desconto já existente na área existente a menos de 1200 metros do aterro sanitário intermunicipal” em Canedo.

Embora alguns destes locais façam parte de Uniões de freguesias o partido recorda que a aplicação lei permite que a redução seja especifica a uma localidade.

As propostas da IL terminam, no entanto, com mão pesada: os liberais querem um aumento de 30% no IMI em prédios degradados e que representem um perigo para “a segurança de pessoas e bens”, pedindo ainda que esse aumento seja denunciado publicamente com sinalização no local.

PUBLICIDADE | CLIQUE NO ANÚNCIO PARA CONHECER MAIS
Leia ainda
👁️‍🗨️ Você é o leitor DF número
  • 1.962.835

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.