Bloco acusa Molaflex de impor horário completo em lay-off

Bloco acusa Molaflex de impor horário completo em lay-off

Bloco acusa Molaflex de impor horário completo em lay-off

▌Arquivo/ DR

O Bloco de Esquerda, através da sua plataforma digital, acusa a empresa Molaflex em Santa Maria da Feira de “impor aos trabalhadores o cumprimento de horário completo”

Para os bloquistas a empresa tem vindo a demonstrar “irresponsabilidade patronal” – o partido alega ter recebido denúncias dos funcionários estarem a cumprir “horário completo, apesar de ter recorrido ao regime de lay-off”.

Uma situação que terá reduzido “o salário de uma parte dos funcionários” que, segundo os bloquistas “continuam a trabalhar 40 horas”.

O Bloco vai mais longe e frisa que “as irregularidades não ficam por aqui” pois “a administração da empresa voltou a contratar os trabalhadores despedidos em março”  através de uma empresa de trabalho temporário e acusam ainda a empresa de exigir que os funcionários “não façam o registo biométrico, procurando eliminar as evidências da sua vinculação à empresa”.

PUB

Leia ainda
👁️‍🗨️ Você é o leitor DF número
  • 1.902.979