Museu de Lamas reabre hoje com entrada livre e gratuita

Museu de Lamas reabre hoje com entrada livre e gratuita

Dia Internacional dos Museus é celebrado com festa em S. M. Lamas

▌Hoje é grátis visitar o museu de Lamas, mas esteja atento às novas normas de segurança | Foto: Ventura Santos

O Museu de Lamas reabre hoje, 18 de maio, no dia Internacional dos Museus – uma data escolhida pelo International Council of Museums (ICOM) e promovida pela Direção-Geral do Património Cultural.

Este ano, o tema selecionado pelo ICOM foi “Museus para a Igualdade: Diversidade e Inclusão” e o objetivo passa por fomentar a diversidade e o cariz inclusivo das instituições culturais.

Assim o Museu de Santa Maria de Lamas, reabre as suas portas com entrada livre e gratuita.

Atendendo às múltiplas contingências provocadas pelo vírus do Covid-19, o Museu de Lamas também irá abrir (ainda mais) as portas do mundo digital – pode aceder AQUI e ver todas as propostas de atividade, conteúdo e desafios que o museu tem para oferecer, basta selecionar o distrito “Aveiro” e concelho “Feira”.

[Texto continua após publicidade]

PUB

Novas medidas de segurança do Museu


No entanto, face à atual pandemia o Museu de Lamas implementou algumas medidas de higiene e segurança. 

1. Não deverá entrar no Museu se tiver febre, tosse ou dificuldade respiratória. 

2. Aos visitantes é agora pedido detalhes como nome e telefone para reforço das medidas de registo de visitantes. 

3. Aquando da frequência no Museu, comunicar de imediato se lhe surgir súbita sintomatologia de febre, tosse, cefaleia, dificuldade respiratória, ou qualquer outro sinal fisiológico associado à COVID-19;

– Desinfeção das mãos à entrada e saída do Museu (para tal disponibilizaremos gel desinfetante em locais de fácil acesso para visitantes/equipa, nomeadamente na recepção, instalações sanitárias e bastidores do Museu);

– Integração de acrílicos de proteção na recepção e viseira, máscara e luvas para o funcionário/a responsável pelo acolhimento a visitantes;

– Uso obrigatório de máscaras para visitantes/equipa (independentemente do local onde realize o seu trabalho: Museu/área técnica e bastidores);

– Colocação de avisos, em locais de destaque, para relembrar os visitantes/equipa quanto à importância e cumprimento das medidas relevantes de prevenção e controle, nomeadamente no que respeita à higiene das mãos, etiqueta respiratória e distanciamento físico (social);

– Reforço da sinalética de orientação, sobretudo nos espaços/salas onde exista a possibilidade de aplicação de percursos de entrada/saída, evitando ao máximo cruzamentos ou aglomerações;

– Limitação do número de visitantes por metro quadrado (m2), de modo a garantir a devida manutenção de distância social;

– Suspensão de atividades/programas dirigidos a grupos mais vulneráveis;

– Garantir o reforço de limpeza, desinfeção e higienização, durante os horários de abertura ao público, principalmente nos espaços de atendimento (bilheteira e loja), superfícies tocadas com frequência e instalações sanitárias (para tal, será criado um plano de limpeza e higienização, afixado em local visível a todos, sendo esse mesmo plano devidamente acompanhado por sistema de registo da frequência e realização da respetiva limpeza com a devida identificação da pessoa responsável).

PUB

Leia ainda
👁️‍🗨️ Você é o leitor DF número
  • 2.059.111