Viral: Depois de colapsar por excesso de trabalho, médico chinês volta ao serviço ainda na maca do hospital

Viral: Depois de colapsar por excesso de trabalho, médico chinês volta ao serviço ainda na maca do hospital

Os casos amontoam-se e já houve até casos de mortes por exaustão

Clique “►” para ver o vídeo

O caso aconteceu na China, o vídeo do jornal South China Morning Post mostra um médico que ao sair do trabalho colapsou, primeiro no elevador onde ficou inconsciente meio minuto. O clínico tenta recompor-se e é visto a cambalear para fora do elevador, onde, mais uma vez, colapsa  — a queda acontece com tal violência que lhe provoca um traumatismo craniano e parte os dentes da frente.

No dia seguinte ainda na cama do hospital o médico insistiu em voltar ao trabalho: no hospital ele é conhecido por fazer do seu escritório a sua casa.

Mortes por exaustão

Dois médicos vítimas de excesso de trabalho em menos de dois meses
 
▌ Guo Qingyuan faleceu depois de um turno de 18 horas sem intervalos | Photo: Wxn.qq.com


O mesmo jornal dá conta de outros casos, mas com finais menos felizes: Guo Qingyuan de 43 anos, estava a chegar ao fim de um longo turno noturno no Hospital Universitário de Qinghai quando sentiu dores no peito e dificuldades respiratórias — teve um episódio de convulsões e acabou por falecer quatro horas depois. Na noite anterior à sua morte o médico realizou três horas extras, após o seu turno, onde tratou cerca de 40 pacientes  — Guo Qingyuan deixa dois filhos e a esposa, também ela, médica.

Este não é primeiro caso de morte por exaustão nos últimos meses — antes do ano fechar, no dia 29 de dezembro, outro clínico na província de Shanxi terá falecido após um turno de 18 horas sem intervalo.

Leia o texto de Laura Zhou, do South China Morning Post na íntegra AQUI.

PUB - Clique no anúncio para aceder ao Facebook do Restaurante Piscinas de Lourosa
PUB - Clique no anúncio para aceder ao Facebook da Fisiofeira
👁️‍🗨️ Você é o leitor DF número
  • 1.912.795
    ☕️ Antes de ir embora:

Diário da Feira sempre presente em Argoncilhe, Arrifana, Caldas de São Jorge e Pigeiros, Canedo, Vale, Vila Maior, Escapães, Fiães,  Fornos, Lourosa, Lobão, Gião, Louredo, Guisande Milheirós de Poiares, Mozelos, Nogueira da Regedoura, Paços de Brandão, Rio Meão, Romariz, Sanguedo, Santa Maria da Feira, Travanca, Sanfins, Espargo, Santa Maria de Lamas, São João de Ver, São Miguel do Souto, Mosteirô, São Paio de Oleiros