Novo videoclip dos Daguida: um hino à nossa identidade e aos nossos trabalhadores

Novo videoclip dos Daguida: um hino à nossa identidade e aos nossos trabalhadores

Dizer que nos surpreendeu é pouco

Clique “►” para (se quiser mesmo) ver o vídeo

Só temos mesmo de agradecer a Yuran, Koala e Gecko — os daguida, que em três minutos e quatro segundos fazem uma magnífica homenagem à nossa identidade, às tribulações da nossa força laboral, sem nunca esquecer a linguagem típica da nossa região.

Outros tentaram, mas os Daguida realmente conseguiram: a música de intervenção 2.0 está aí e a banda lamacense merece o reconhecimento.
 
“Vamos ao trabalho” foi uma surpresa deliciosa do princípio ao fim — o anúncio chegou domingo ao meio-dia e a banda desejou “um ótimo resto de fim de semana para todos. Aproveitem bem porque amanhã… VAMOS AO TRABALHO!” — até à data de lançamento do seu novo álbum, hoje, segunda-feira antes de… irmos para o trabalho. 
 
As letras aludem à realidade do trabalho fabril, à submissão laboral sem esquecer os conselhos da avó para nos lembrarmos da “canalha” — a construção musical tem um ritmo constante e robotizado que nos transporta para uma linha de produção fabril.
  
No ‘videoclip’ a indústria corticeira surge em grande plano: a banda não esqueceu as suas raízes e a tediosa tarefa de escolher as rolhas é o plano que mais salta à vista.
 
O vídeo clip tem imagens de grande valor artístico — a escada da fábrica traz uma cena memorável que reaviva a “robotização” do operário como no filme Metropólis de Fritz Lang.

Seguir os Daguida

Não precisa de um autocarro – basta clicar nos links em baixo
 
 
 
 
 
 
PUB - Clique no anúncio para aceder ao Facebook da Fisiofeira
    ☕️ Antes de ir embora:

Diário da Feira sempre presente em Argoncilhe, Arrifana, Caldas de São Jorge e Pigeiros, Canedo, Vale, Vila Maior, Escapães, Fiães,  Fornos, Lourosa, Lobão, Gião, Louredo, Guisande Milheirós de Poiares, Mozelos, Nogueira da Regedoura, Paços de Brandão, Rio Meão, Romariz, Sanguedo, Santa Maria da Feira, Travanca, Sanfins, Espargo, Santa Maria de Lamas, São João de Ver, São Miguel do Souto, Mosteirô, São Paio de Oleiros