Prisão preventiva para homem natural de Rio Meão responsável por onda de assaltos no concelho

Preventiva para homem de 37 anos natural de Rio Meão suspeito por assaltos no concelho

O trio foi detido do dia 22 de outubro pelo Núcleo de Investigação Criminal da Feira

▌Os suspeitos são dois homens, de 26 e 37 anos, e uma mulher de 49 anos | Foto: Arquivo

À terceira foi de vez — homem de 37 anos, natural de Rio Meão, suspeito por participação em onda de assaltos no concelho, detido e presente a tribunal por duas vezes no espaço de um semana, recebeu agora a medida de coação de prisão preventiva.   
 
O Núcleo de Investigação Criminal de Santa Maria da Feira, deteve, esta terça-feira, 22 de outubro, em Aveiro e no Porto, dois homens, com 26 e 37 anos, e uma mulher de 49 anos, suspeitos de dezenas de furtos em estabelecimentos comerciais e veículos. 

O Diário da Feira apurou que o homem de 37 anos, é natural de Rio Meão; já havia sido detido e presente ao tribunal por duas vezes pela participação na vaga de assaltados que assolou o concelho no início de outubro.

O Comando Territorial da GNR de Aveiro avança que as três detenções surgem no âmbito de uma investigação que decorre há dois meses por furtos a estabelecimentos comerciais e veículos, na região de Aveiro e Porto — os militares apuraram que os suspeitos foram os autores de nove assaltos ocorridos na noite de 3 de outubro, em vários estabelecimentos comerciais no concelho da Feira. 

Foram cumpridos três mandatos que culminaram na detenção dos suspeitos nas zonas de Santa Maria da Feira, Vila do Conde e Porto. Os detidos, todos com antecedentes criminais, foram presentes ao Tribunal da Feira, quarta-feira, 23 de outubro, que aplicou a medida de coação de prisão preventiva a todos — um dos suspeitos já havia cumprido sete anos de pena de prisão

3 e 5 de outubro | duas detenções sem previsão preventiva 

 

O trio será responsável por dezenas de assaltos nos concelhos de Santa Maria da Feira, Vila do Conde e Porto; em Santa Maria da Feira a primeira vaga de furtos aconteceu na madrugada de 3 de outubro e os suspeitos “varreram” cerca de meia dezena de estabelecimentos comerciais em menos de seis horas. Foram detidos, por volta das 6h00 da madrugada, no Porto, na sequência de uma fuga automóvel seguida de despiste — presentes a tribunal foram libertados com termo de identidade e residência. 

Por prevenção, os militares do Núcleo de Investigação Criminal da Feira e os postos da GNR adotaram um patrulhamento preventivo, nas imediações da residência de um dos suspeitos que resultou em nova detenção, a 5 de outubro, em Rio Meão, na sequência de movimentações estranhas. Os militares confirmaram as suspeitas e os veículos intercetados haviam sido roubados e utilizados em diversos furtos em estabelecimentos comerciais, nos concelhos de Santa Maria da Feira, Vila Nova de Gaia, Espinho e Ovar. O trio foi presente ao Tribunal de Turno de Espinho, ainda na manhã de sábado, 5 de outubro; foram libertados e sujeitos a apresentações diárias no posto policial da área de residência, isto para os homens, a mulher ficou obrigada a apresentações semanais, a par da obrigatoriedade da frequência de tratamento para a dissuasão da toxicodependência.

// Clique nos ícones para nos visitar nas redes sociais /

CLIQUE NO SINO VERMELHO EM BAIXO DO LADO DIREITO

SUBSCREVA GRATUITAMENTE

DIGA SIM ÀS NOTIFICAÇÕES DO DIÁRIO DA FEIRA,

E RECEBA AS NOTÍCIAS DE SANTA MARIA DA FEIRA, NA HORA, EM QUALQUER LUGAR

Diário da Feira sempre presente em Argoncilhe, Arrifana, Caldas de São Jorge e Pigeiros, Canedo, Vale, Vila Maior, Escapães, Fiães,  Fornos, Lourosa, Lobão, Gião, Louredo, Guisande Milheirós de Poiares, Mozelos, Nogueira da Regedoura, Paços de Brandão, Rio Meão, Romariz, Sanguedo, Santa Maria da Feira, Travanca, Sanfins, Espargo, Santa Maria de Lamas, São João de Ver, São Miguel do Souto, Mosteirô, São Paio de Oleiros