Covid-19: Lar de Mosteirô em isolamento após caso confirmado

Covid-19: Lar de Mosteirô em isolamento após caso confirmado   

Presidente da câmara da Feira confirma que os restantes idosos já se encontram isolados 

▌As funcionários estão a pernoitar no local | Foto: DR

Foi detetado o primeiro caso de Covid-19 num lar de idosos no concelho da Feira — trata-se de uma utente do Centro Social Pôr do Sol, em Mosteirô. Os restantes utentes e profissionais da instituição já entraram em quarentena.

Texto: Tania Silva Imagem: Ventura Santos

Confirmada a infeção por Covid-19, a idosa foi transportada para o Hospital Santo António, no Porto, onde se encontra internada, não sendo conhecido até ao momento o estado clínico em que se encontra. 

A utente partilhava o quarto com mais duas idosas que por apresentaram sintomas foram internadas no Hospital S. Sebastião. No entanto, o resultado das análises ainda não são conhecidos. 

Emídio Sousa, presidente da Câmara da Feira, disse que já foram desencadeadas as medidas de prevenção necessárias e os cerca de dez utentes já se encontram isolados.

Quanto às funcionárias, o edil explicou que as que se encontravam a laborar permanecem ao serviço e vão pernoitar nas instalações do lar até serem confirmados os resultados das análises. 

Entretanto, o presidente sublinhou que já foi distribuído material de proteção entre os funcionários.

Os trágicos desfechos da chegada do covid-19 aos lares deixam Emídio Sousa  inquieto e o presidente sublinha que os lares de idosos são agora uma “preocupação tremenda”. 

Face ao atual cenário de contágio e num concelho com 28 lares e cerca de duas mil pessoas, entre utentes e funcionários, o presidente reconhece que será quase impossível pensar que os casos não vão surgir, mas sublinha que estão a ser tomadas “todas as medidas preventivas possíveis”. 

Emídio Sousa explica ainda que com o funcionamento do centro de rastreio ao Covid-19 no Europarque os números de caso vão aumentar porque se realizam mais testes, situação de permite encurtar as cadeias de transmissão. 

“A realização de testes tem como consequência o aumento do número de pessoas que estão infetadas, mas são esses resultados que permitem cortar a cadeia de contágio, isolando as pessoas com infeção”.

Leia ainda
👁️‍🗨️ Você é o leitor DF número
  • 1.303.556
PUB

Diário da Feira sempre presente em Argoncilhe, Arrifana, Caldas de São Jorge e Pigeiros, Canedo, Vale, Vila Maior, Escapães, Fiães,  Fornos, Lourosa, Lobão, Gião, Louredo, Guisande Milheirós de Poiares, Mozelos, Nogueira da Regedoura, Paços de Brandão, Rio Meão, Romariz, Sanguedo, Santa Maria da Feira, Travanca, Sanfins, Espargo, Santa Maria de Lamas, São João de Ver, São Miguel do Souto, Mosteirô, São Paio de Oleiros

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.