Caso positivo na administração obriga DGS a encerrar grupo Bébécar mais cedo

Caso positivo na administração obriga DGS a encerrar grupo Bébécar mais cedo

Um dos quadros da administração acusou positivo para o Covid-19

▌Com o fim de turno veio o anúncio do encerramento | Foto: DR

A confirmação de dois casos positivos para o Covid-19 levaram a Direção-Geral de Saúde a encerrar todas as empresas do grupo Bébécar – ontem o grupo anunciou a entrada em lay-off a partir de 1 de abril, mas o encerramento foi antecipado.  

Hoje, ao final do dia o encarregado geral reuniu a força de trabalho e deu a notícia aos operários: Bébécar, Tex e Trama tiveram ordem de encerramento pela DGS.

A causa estará em dois casos positivos no seio do grupo: um entre os quadros da administração, outro num funcionário graduado. 

Fonte próxima dos trabalhadores, confirmou que cerca de uma dezena de pessoas já se encontrava em quarentena em virtude do primeiro caso positivo, referindo ainda que o período de quarentena para estes colabores terminava hoje e regressariam ao trabalho amanhã.

O Diário da Feira apurou que há um novo caso suspeito entre os quadros da administração — de acordo com a mesma fonte apresenta sintomas de febre, mas encontra-se isolado à espera dos resultados.

Recorde-se que ainda ontem foi noticiado que a Bébécar iria entrar em lay-off no próximo dia 1 de abril.

Leia ainda
👁️‍🗨️ Você é o leitor DF número
  • 1.303.707

Diário da Feira sempre presente em Argoncilhe, Arrifana, Caldas de São Jorge e Pigeiros, Canedo, Vale, Vila Maior, Escapães, Fiães,  Fornos, Lourosa, Lobão, Gião, Louredo, Guisande Milheirós de Poiares, Mozelos, Nogueira da Regedoura, Paços de Brandão, Rio Meão, Romariz, Sanguedo, Santa Maria da Feira, Travanca, Sanfins, Espargo, Santa Maria de Lamas, São João de Ver, São Miguel do Souto, Mosteirô, São Paio de Oleiros

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.