Leões sofrem derrota perturbadora, mas não irremediável

Leões sofrem derrota perturbadora, mas não irremediável

Nada parecia correr bem no jogo que marcou a primeira derrota em casa para o Lourosa

▌A luta do capitão dos leões Diogo Cunha, não chegou para evitar a derrota

Um Lourosa determinante e que entrou com autoridade, depressa se rendeu à ânsia de querer fazer mais e depressa. No futebol, quando o coração se sobrepõe à cabeça, perde-se a serenidade indispensável para marcar — uma derrota perturbadora, mas não irremediável, o Lusitânia continua em 2.º a dois pontos do Espinho.    

Texto: A Ferreira |  Imagem: Ventura Santos

L Lourosa FC – 1

AD Sanjoanense – 3

PUB

O Lourosa assinalou o dia internacional da mulher e presenteou cada uma com uma flor à entrada — de S. João da Madeira não vieram muitos assistentes, mas os que vieram marcaram bem a sua presença no apoio à equipa.

Nos primeiros 15′ minutos viu-se uma Sanjoanense expectante que analisava as ténues investidas dos leões — o Lourosa não dava, no entanto, muita aflição à equipa forasteira que quando subia um pouco mais as linhas, tornava-se mais forte.

Élder muito mexido aparecia à esquerda e à direita e Belkheir não dava tréguas ao lado esquerdo do Lourosa — Sérgio Machado estudou a ‘lição amarela’ e a Sanjoanense não deixava o Lourosa fazer o seu jogo habitual.

Quando o Lourosa tinha a bola de imediato a Sanjoanense juntava as suas duas linhas de quatro, deixando Paulinho e Élder para o que der e vier — os leões não conseguiam linhas de passe e tinham os caminhos para a baliza vedados o que dava muito conforto à defesa adversária. 

A Sanjoanense espreitava o golo e ao minuto 35′ ganha a linha e centra para a entrada de Belkheir que ao segundo poste faz o primeiro tento do encontro.

O Lourosa, com mais posse de bola, mas sem incomodar os forasteiros, sentiu a picadela do golo e tratou de fazer algo mais — acrescentou velocidade e quatro minutos depois, num bom trabalho do capitão, Diogo Cunha faz um centro e aparece Goba que finaliza para o empate.

Se o Lourosa teve mais bola, a sanjoanense foi mais eficaz — ao intervalo o empate parece justo.

PUB

 

O jogo recomeçou muito mais movimentado, com os da casa a fazer chegar a bola à grande área, mas sem causar perigo — Ruben e os seus pares chegavam e sobravam.

Rui Quinta reforça o ataque com a entrada de Jaime Poulson, sacrificando Paulo Tavares, mas Sérgio Machado ajustava a defesa e o Lourosa que continuava a não conseguir entrar expunha-se e ficava a jeito para permitir o contra-ataque.

E eis que aos 59 minutos, num mau alívio de Leonardo, a bola é reposta para Paulinho que de fora da área faz um golo de antologia que premiava a equipa mais eficaz e castigava a que não conseguia encontrar os caminhos para a baliza de forma controlada.

O técnico da casa, via o nervosismo dos seus atletas e não se cansava de pedir calma, mas, era, de facto, um dia não para o Lourosa.

PUB

Gil Dias ainda teve aos 63′ minutos uma perdida incrível, mas quis fazer com a cabeça o que seria mais fácil com os pés.

Nos últimos 15′ minutos o Lourosa ainda foi buscar o último fôlego de leão — correu, batalhou e lutou, mas do outro lado estava um adversário que sabia o que queria. 

Num contra-ataque apareceu George a rematar à entrada da área, fazendo um remate que trai o guarda-redes ao bater num defeso e provocar um ligeiro desvio — estava feito o 1 – 3.

O jogo arrastou-se até ao fim com o Lourosa sempre a empurrar a bola, mas sem incomodar verdadeiramente o adversário.

O Lourosa sofre a primeira derrota caseira num dia em que nada correu bem.

👁️‍🗨️ Você é o leitor DF número
  • 1.263.720
Leia ainda
PUB

Diário da Feira sempre presente em Argoncilhe, Arrifana, Caldas de São Jorge e Pigeiros, Canedo, Vale, Vila Maior, Escapães, Fiães,  Fornos, Lourosa, Lobão, Gião, Louredo, Guisande Milheirós de Poiares, Mozelos, Nogueira da Regedoura, Paços de Brandão, Rio Meão, Romariz, Sanguedo, Santa Maria da Feira, Travanca, Sanfins, Espargo, Santa Maria de Lamas, São João de Ver, São Miguel do Souto, Mosteirô, São Paio de Oleiros

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.